Image

Coelho Neto está há mais de 48 horas sem qualquer registro de assaltos

Polícia Civil apertou o cerco e realizou mais de 30 detenções em dois dias; trabalho continua no fim de semana.

A resposta com muito trabalho. É assim que se pode resumir as ações da Polícia Civil que zeraram as ocorrências de assaltos nas últimas 48 horas na cidade de Coelho Neto. Foram mais de 30 detenções em dois dias de operações em toda cidade, com fim de devolver a sensação de segurança para população e mostrar para os delinquentes que não há mais espaço para eles em Coelho Neto.

A investida coordenada pelo investigador Albino Klauberth, que contou com a logística de toda equipe da Delegacia de Polícia, surtiu o efeito necessário. “Foram feitos flagrantes e vários TCOs. Além disso todos os indivíduos reincidentes que estão em liberdade provisória e estavam em atitude suspeita tiveram o caso informado a Justiça para que quebrem os benefícios e eles retornem a prisão”, frisou o delegado.

Infelizmente, os assaltos são praticados geralmente pelas mesmas pessoas há alguns anos. Eles são presos e quando são liberados pela Justiça voltam a delinquir. É um fato lamentável, mas “ordem judicial (dada com base na lei) não se discute, cumpre-se”.

Apoio da PM

Importante frisar ainda o trabalho realizado pela Polícia Militar que conta com três viaturas patrulhando a cidade. “Temos certeza que o comandante Jamerson irá colocar toda a tropa na rua esse fim de semana e abordar suspeitos. Somente com abordagens, em especial nos horários mais críticos (11 às 14h e 18 às 21h), é que manteremos esse clima de tranquilidade. Abordar é fundamental e função constitucional da PM. Mas nós momentos críticos também colaboramos e o resultado é esse”, disse o delegado.

Todos os casos levados para a Delegacia de Polícia e que estiver em situação de flagrante, tendo em vista que há requisitos legais rígidos para isso, serão confeccionados os autos para que os indivíduos fiquem presos até pronunciamento judicial.

DPCN

COMENTÁRIOS